Cleaning Performance

Estudos e Testes Profissionais de sustentabilidade de Limpeza em Laboratórios.

Resultados nos testes de qualidade no ar interior

Estudos científicos atestam a superioridade de centrais de aspiração BEAM a aspiradores de pó convencionais.

O sistema de aspiração central BEAM assegura uma qualidade de ar interior superior aos demais aspiradores e um sustentável desempenho da limpeza, segundo estudos independentes que, comparam curto e longo prazo a remoção da sujeira e as emissões de aspiradores de pó convencionais e sistemas de aspiração central.

A pesquisa

Em uma série de testes que compararam a remoção de sujeira, a curto e longo prazo e de controle das emissões de poeira em cinco aspiradores de pó convencionais e a Central de Aspiração Beam Serenity ® Plus , técnicos do laboratório de testes, Dalton, Georgia, concluíram que com aspiradores convencionais, o desempenho na remoção de detritos diminui entre 10 & 14% do inicio até o final do teste,   enquanto o sistema Beam manteve a remoção da sujeira consistente.

Os resultados

"O sistema Beam impressionantemente, sustentou a capacidade de limpeza do início ao fim do teste", diz Gary Asbury, presidente da PTL.

"O Beam Serenity Plus também manteve o controle das emissões consistentes, liberando menos de 6,6 microgramas por metro cúbico de partículas inaláveis durante todo o estudo, menos de que qualquer um dos aspiradores de pó testados. Três aspiradores convencionais que mantiveram as suas capacidades de remoção da sujeira sofreram reduções importantes na filtragem, provocando aumento das emissões de partículas, duplicando ou até aumentando drasticamente para mais de 4.300 microgramas por metro cúbico.


Teste de Emissões de Poeira

Partículas emitidas durante a aspiração e  após uso repetitivo.

Os aspiradores de pó convencionais ou portáteis demonstraram fortes aumentos nas emissões de resíduos no ar após 10 utilizações. Com o sistema Beam, as emissões permaneceram baixas.

Cada produto foi testado quando novo e depois de uso repetitivo. Técnicos da PTL aspiraram, com cada modelo, tapetes contendo aproximadamente  um litro de sujeira de detritos e mais 50 gramas de pó de teste padrão ISO que inclui finas partículas, tão pequenas como esporos de fungos, ácaros, pólen e outros contaminantes que estão associados a problemas de saúde.

O estudo incluiu o uso do raio X fluorescente (XRF) tecnologia melhorada pela NASA para proporcionar uma análise precisa dos elementos da sujeira removida, como feito no teste do tapete. De acordo com KeyMaster Technologies, uma empresa situada em Washington que desenvolveu o scanner de mão XRF em colaboração com a NASA, os testes marcou o primeiro uso da tecnologia XRF para analisar o desempenho dos produtos para  limpeza do chão.

Os testes de remoção de partículas foram repetidos até o recipiente de sujeira de cada aspirador portátil fosse preenchido até a metade e esvaziado 10 vezes. Cada produto foi testado e funcionou dentro de uma câmara perfeita para testes de emissão de partículas, quando novos e após 10 usos repetitivos. Para cada produto foi medida a emissão de partículas respiratórias, conforme recomendado pelos fabricantes.


Teste de Capacidade para remoção de partículas

Capacidade na limpeza do carpete após 10 usos repetitivos.

Capacidade na remoção da sujeira com o uso dos aspiradores portáveis Dyson e Hoover diminuiu com o uso repetido, mas foi virtualmente inalterado, com o Beam.

O vídeo realizado na conclusão do teste também mostra que os usuários de todos os produtos podem ser expostos ao pó disperso quando esvaziarem os recipientes de coleta. O recipiente maior de coleta do Sistema Central de Aspiração BEAM requer esvaziamento menos freqüente e conseqüentemente menos exposição ao pó. Porque o sistema central de aspiração normalmente é instalado em uma garagem ou na área de serviço. É pouco provável a entrada da sujeira para dentro da casa no esvaziamento do recipiente de coleta.

Lars Hybel, vice-presidente internacional da Electrolux, diz que os resultados do teste PTL ajudam a explicar porque os pacientes com rinite alérgica que participaram de uma pesquisa recente da Universidade da Califórnia, teve uma redução significativa em seus sintomas de alergia quando eles utilizaram o Sistema Central de Aspiração Beam para limpar suas casas. Os participantes do estudo UC-Davis obtiveram uma melhora de 44% a 61% no sono, na respiração nasal, nos sintomas gerais, oftalmológicos e sintomas emocionais, estes estavam mais ativos e tiveram menos problemas práticos quando utilizaram para limpar suas casas o Sistema de Aspiração Central Beam, ao invés de utilizarem os aspiradores portáteis.

"O Controle de emissões do Sistema de Aspiração Central BEAM representa menos partículas espalhadas no ar que desencadeiam as reações alérgicas", Diz Hybel. "Os Proprietários que utilizam este sistema são capazes de ter uma casa limpa e com menos propensão a alergias, tendo um lugar saudável para viver.

 
The consistent control of emissions from a central vacuum system means there are fewer airborne particles in the living area to trigger allergic reactions